Translate

Translate to Arabic Translate to Bulgarian Translate to Simplified Chinese Translate to Traditional Chinese Translate to Croatian Translate to Czech Translate to Danish TTranslate to Dutch Translate to English Translate to Finnish Translate to French Translate to German Translate to Greek Translate to Hindi Translate to Italian Translate to Japanese Translate to Korean Translate to Norwegian Translate to Polish Translate to Portuguese Translate to Romanian Translate to Russian Translate to Spanish Translate to Swedish

Cursos on line

27.11.09

Guia para o final de semana

Olá gente, estive afastada algum tempo por motivo de trabalho exaustivo. Mas estou de volta com novidades!!! Vou lançar para vocês uma Guia para o final de semana. Vou colocar a vocês algumas opções culturais que podem ajudar aos entediados de plantão se divertir.



Para quem gosta de boa música, a cantora Maria Rita se apresenta no HSBC Brasil com músicas como ‘Tá Perdoado’ e ‘O Homem Falou’, de seu terceiro disco, ‘Samba Meu’, além das conhecidas ‘Cara Valente’ e ‘Caminho das Águas’.
R. Bragança Paulista, 1.281. 4003-1212. Hoje, sexta-feira às 22h. Bilhetes de R$ 40 a R$ 120.



Para quem curte umas coisas diferentes, e um som latino o grupo Los Morales, de música mexicana; Miriam Mirah, com ritmos caribenhos, e As Galvão são atrações no Memorial da América Latina.
Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664. 3823-4600 Hoje, às 21h. R$ 15.



Mas não vamos esquecer do teatro, 'Aponto Tchekhov' inicia temporada no Sesc Ipiranga
Fatos que marcaram a vida de Anton Tchekhov (1860 - 1904), um dos principais contistas e dramaturgos russos, são o foco de‘Aponto Tchekhov’, que inicia temporada hoje no Sesc Ipiranga. Com Alfredo Tambeiro e Kleber Góes.

Rua Bom Pastor, 822. 3340-2000 . Ingr.: R$ 15. 6ª, às 21h; sáb., às 20h. Até 12/12.



Bom pessoal, não é uma grande agenda, prometo que semana que vem estará bem mais requintada com dicas de filmes também.

Espero que gostem. Grande abraço e até semana que vem!

Continue lendo...

26.11.09

Sampa pelos Sentidos

 Meus caros amigos, hoje vou deixar com vocês uma descoberta incrivel para todos que amam a Mealópole Brasileira, para quem, assim como os Bandeirantes adoram desbravar essa nossa terra da Garoa e não acha legal somente criticar e ver lado ruim, como trânsito, enchentes, filas, stress, a dica de hoje para todos vocês Pensadores Urbanos é uma viajem pelos sentidos, e, em todos os sentidos São Paulo até para quem não conheçe se torna um grande misto de sensações


"Acostumados a frequentar grandes cidades, muitas vezes não enxergamos detalhes e peculiaridades de São Paulo, uma metrópole cheia de maravilhas arquitetônicas, arte e até mesmo horizontes magníficos, seja do topo de edifícios - como o Itália e o Altino Arantes - ou do alto do Pico do Jaraguá."


A SPTuris (empresa oficial do Turismo na cidade ) laçou na manha de ontem um Mapa de São Paulo guiado pelos 5 sentidos (olfato, audição, paladar, tato e visão) e este mapa foi feito por uma pesquisa ampla de lugares que aguçavam os sentidos.
São mais de 100 pontos classificados e notóriamente o local que mais aguçou o sentido das pessoas pesquisadas foi o "Mercadão Municipal" sendo que ele dispertou os 5 sentidos, mas temos exemplos como o Largo São Francisco pela visão, Estação Ciências pelo Tato, As bancas das Flores (Av Dr. Arnaldo) pelo olfato, a praça da Liberdade pelo paladar e o MIS (Museu da Imagem e do Som) pela audição, mas estes são somente um exemplo de cada sentido, o que deixa um gostinho de quero mais, não acha?
Pode parecer estranho relacionar o tato a um passeio, mas em São Paulo não é difícil encontrar atrações que mexam com este sentido. Afinal, aqui pipocam as feiras livres - de frutas, antiguidades e artesanato - onde é possível tocar e experimentar de tudo. Uma das mais famosas, a da Benedito Calixto, comercializa produtos descolados para decoração e antiguidades. 


Para saber mais sobre este Mapa dos Sentidos açesse o site (Clicando Aqui) e descubra as maravilhas Sensoriais da cidade de São Paulo, aproveite para desbravar como um Bandeirante todos os pontos indicados e aproveite que também podemos indicar lugares que dispertem tais sensações, vale a pena até mesmo traçar um roteiro para conheçer lugares que nunca foi antes.

Espero que todos gostem dessa dica cultural, espero também que todos apaixonados por nossa cidade experimentem São Paulo sem nenhuma moderação com as dicas do site, por falar nisso galera, vou fazer meu roteiro pro final de semana, um grande abraço

Atila City

Continue lendo...

25.11.09

Fazer o bem...

escutando um som.

Olá leitores!

Aqui é a Helena, Garota Top 10 que por mais de 10 motivos andou ausente! Me desculpem, mas é culpa dos energéticos! * Essa piada só fará sentido aos fãs e conhecedores do seriado Chaves.

Hoje estou aqui não para um top, mas pra te dar um toque (rimei). Pra quem gosta do estilo HardCore, provavelmente conhece a banda Cueio Limão. Na banda o integrante tatuadíssimo de fora a fora, Mattera tem paralelo aos seus trabalhos musicais (além da Cueio Limão, ele também toca na banda Primos da Cida) a dedicação em ajudar o próximo.

E não é qualquer próximo não! São crianças lindas de instituições de caridade, que precisam além de ajuda o imenso carinho que o Mattera dedica à elas!

Mas eis que você pergunta: "Poxa Helena, tudo isso é muito bonito e tal...mas e daí?"
Daí que na próxima quinta-feira ( 03/Dez ) no Hangar 110 vai acontecer um evento musical em prol a essas instituições, o PROLIVE (PROJETO MTTR DRUM), com a participação das bandas:

Hardneja Sertacore
Cueio Limão (Fazendo um cover de Raimundos)
Primos da Cida
Cabal, Thaíde e Cia
Projeto Acústico do Teco (Rancore)
Sweet Fake
Sem Saída

Os ingressos antecipados são no valor simbólico de míseros R$ 5 e começa às 18h. Se você quiser levar alguma doação ela será trocada pelo CD GANGSTA DRUM MIXTAPE VOL.1.
As instituições ajudadas serão:

http://www.ligasolidaria.org.br/


http://www.graacc.org.br/

http://www.aacc.org.br/

http://www.hope.org.br/site/default.asp

E para maiores informações acessem o fotolog do Materra: http://www.fotolog.com.br/mattera182

E quem quiser hablar comigo ou apenas me ofender, sigam-me @quinhadepipoca
Beijocas!

Continue lendo...

21.11.09

Dica Cultural: SHOW METAMORVOZES

Olá Pensadores!
Venho por meio deste post contribuir para a cultura geral desse bolg. Rs!!!
Para quem não sabe, eu faço faculdade de Musicoterapia, alias ano que vem me formo!
Mas isso é uma história para outro post! Que virá em breve, eu prometo!
Hoje em especial quero falar sobre um Show, onde vários Musicoterapeutas (formados e estudantes), músicos e simpatizantes das duas áres subirão ao palco para dar um banho de arte e cultura na platéia!

O Show METAMORVOZES, contará com um repertório que vai da MPB até o Classic Rock passando pelo Brega e outros estilos musicais de uma forma bem dispojada e diferente. Durante as apresentações teremos homenagens ao Rei do Pop Michael Jackson. Além de contar com performances e leituras de textos, o que deixa o Show com um ar de Sarau.
Alias porque não chamar o METAMORVOZES de grande Sarau?!

Enfim! Ai vão os dados do Show/Sarau:

A Banda T.O.C vai se apresentar dia 6 de dezembro às 19:00hs no Café Aurora.

Os ingressos estão a R$15,00 e à partir do dia 23/11 o valor do ingresso será R$ 20,00. E no dia será R$ 25,00!!!

Garanta seu ingresso a R$ 15,00!!! Até três ingressos você pode pagar com cheque pré-datado para dia 30/11/09 e para mais de 3 ingressos você pode pré-datar para 02/12/2009!

Contato: 7696-5750 / 6285-0600

BANDA T.O.C. :

Nélida - Vocal

Roberta - Guitarra e Vocal

Renan - Baixo

Raphael - Piano

Marcio Guedes - Violão

Bartho - Bateria

Caio- Cello

Marcio- Trompete

Flávio- Sax Alto

Participações mais do que Especiais: Convidados e Grupo Madá. (Voz, Violão e Percussão- Dalila, Bruna, Ana Luiza, Luma e Juliana)

Bom.... espero por vocês lá ein?!

Bom Show para todos! E boa semana!!!

Continue lendo...

19.11.09

Resumo da Ópera

Meus amigos vamos fazer um resumo da ópera, uma vez que estou a alguns dias sem descarregar meus Pensamentos Urbanos e para compensar irei neste post, fazer varios posts, quero dividir algumas experiência com você.

Festa da Musica Tupiniquim
nos Pensamentos Urbanos



"Sim eu sou goiano mas eu sou urbano não gosto de mato
Eu me mato se alguém me chama de caipira pira pora
Nossa senhora não há nada mais que me irrite
Solta um som ligado bem plugado em 220".... Pedra Leticia - "Camioneta Zera"







Como todos sabem curto muito musica, escuto desde Sepultura à Caetano Veloso, ja indiquei algumas pessoas, bandas e musicas aqui no Pensamentos Urbanos, tais como: Mariana Platero (Clique Aqui para ver o site e Clique Aqui para ver o clipe) que manda muito no MBP, a banda Drunks (bêbados) que quebram tudo com Punk Rock e Toy Dolls também pra este estilo, fora citações à Adoniran Barboza, Chico Buarque e outros grandes musicos. Mas hoje eu vou deixar como dica para o final de semana prolongado o som da banda "Pedra Leticia".
Com muita competência e bom humor o som destes Goianos (Clique Aqui) esta fazendo a diferença no campo musical.
Estive no show deles dia 17/11 no "A Lanterna"  (Clique Aqui) foi onde entendi o porque eles vem fazendo tanto barulho e ganhando cada vez mais espaço, "num é que os cara é bom mano", desde presença de palco à relação com o público, tudo em perfeita harmonia, e enquanto eu babava escutando sons de 3 acordes, letras simples, cotidianas, irônicas vinha outras harmonias e versões de tantos clássicos que minha primeira reação era sorrir, brincaram com Balão Magico, Xuxa, Ney Matogrosso, até que mandaram "Geni e o Zeppelin" - Chico Buarque, cara, encaixou perfeitamente no show e com isso ganharam mais um fan (eu) tocaram a vida da Geni um pouco mais intensa que a versão original o que deu um toque "pedra leticia" na musica tornando muito interessante.
Os escutei pela primeira vez no quadro "Garagem do Faustão" na globo, inclusive no mesmo dia em que o clipe da Mariana Platero foi ao ar, porém, achei divertido, mas não me empolgei muito, minha esposa pelo contrario curtiu bastante, procurando informações da banda e escutando o repertório, no entanto ainda não via TANTA graça nos caras, mas dia 17 minha esposa queria ir de qualquer jeito, então deixamos nossa filha com o Narizinho (loucura não acha?) e com minha irmã mais nova, durante o show minha opinião mudou sobre o som da banda, eles são MUITO MELHOR ao vivo!






Nós queremos saber

Meus caros amigos, nós do Pensamentos Urbanos criamos uma enquete para saber de vocês o que gostariam de ler nos Pensamentos Urbanos como: Politica, Ações Sociais, Dicas de Auto Ajuda, Cursos, Dicas Culturais, contos ou dicas musicais (como a de cima).
Queremos saber um pouco mais de você que nos visita, o que pensa, sobre o que gosta de ler, para que cada vez melhoremos mais este espaço, sua participação comentando, votando, assinando nosso Feed, mandando emails essas coisas.
Esperamos a cada dia melhorar mais e mais para vocês.


Não Gosto Disso

Respondendo ao desafio da Questionadora do blog Mente Inquieta Procura Respostas (Clique Aqui) onde eu teria que relatar as coisas que não gosto. (o que não são muitas)
Descaso
Preconceito
Egocentrismo
Conformismo
Esperar (eu simplesmente odeio esperar)
Me atrasar ou furar um compromisso
Das minhas falhas de memória
Transito (este devia estar no topo da lista)
Esquecer algo relativamente importante (coisas importantes mais ainda)

É isso, e repasso o desafio para:
Pelirroja (Abóboras ao Vento)
Ferroxia (Exoticlic)


Dia da Conciência Negra

Amanha 20 de novembro comemora-se o Dia da Conciência Negra, uma data funebre que relembra a vida de um homem negro, que nasceu livre e aos 6 anos de idade escravizado, nascido em Palmares e com um nome que vem do africano, e numa tradução literal seria de grosso modo, duende e no Brasil uma especie de fantasma. Zumbi dos Palmares como foi chamado representou e representa a liberdade de um povo humilhado durante anos na História de nosso povo, representa também o anseio pelos direitos e deverem iguais dentre a sociedade como um todo.
Palmares era um Quilombo (aldeia auto sustentável) que incomodou muito os colonizadores Portuguêses, por se tratar da mais resistente, da mais guerreira e o lugar do Querido/Odiado Zumbi dos Palmares, personagem histórico que aos 20 anos já era considerado um exelente estrategista militar. Zumbi foi morto em 20 de novembro de 1965.
Pessoalmente encaro como o dia da libertação da população negra da escravidão, porém, até hoje ainda não se fez por completo, uma vez que ainda existe preconceitos, discriminação racial/ e social contra a população negra do Brasil, porém, ao meu ver é a população mais importante da nossa história, não eram eles que faziam a politica, não eram eles que negociavam com a Europa, mas eram os negros que colocavam a mão na massa, eram eles que trabalhavam e apesar de proibidos fizeram a base da pluralidade do Brasil, enriquecendo nossa cultura, enriquecendo nossa língua e colorindo ainda mais a nossa gente, e hoje por mais triste que seja, ainda existe escravidão no Brasil, com sorte a policia liberta estes (nossos) das correntes da escravidão.
Esta é apenas uma singela homenagem aos meus amigos, sejam eles negros, brancos, asiáticos, indigenas, albinos, verdes com bolinhas azuis e que despresam a discriminação e o exercicio do poder atravéz da força, que odeiam rotulos taxativos ou piadinhas racistas e a todos que pararam para ler esta salada de frutas.


Continue lendo...

14.11.09

O círculo

Então pensei que estava finalmente livre, e foi assim que reapareceram os velhos conflitos. Aqueles monstros que a gente guarda no armário, que volta e meia vem nos lembrar das coisas que esquecemos para criar a ilusão de que ficaram para trás. Você fica calejado depois de um certo tempo e é como se nada disso importasse, me sentia melhor assim, a felicidade, como se entende por ai é quase que um desligamento emocional completo, se alienar de todas as coisas ruins, para que quando os monstros por fim aparecerem você poder dizer “vai em frente, eu já cansei de seus truques, solte o seu melhor golpe, eu agüento”.
E é essa a maior piada, como se o universo estivesse rindo de você. Nada mais do que uma brincadeira de mal gosto, mas agora eu posso relaxar com uma cerveja gelada na mão e rir alto disso tudo, por que você se torna quase imune, e você pensa em todas as noites em que teve o privilégio de levar uma bela mulher às loucuras do prazer, isso certamente gera uma sensação de conforto, e eu posso sentir um pequeno sorriso se formando em meus lábios, depois começa a gargalhar quando percebe o quão perto essas mulheres estiveram de me levar à loucura.
Claro que esse pensamento sai voando pela janela, por que você já sabe que não faz muito sentido ficar questionando sua própria sanidade.

Ao invés disso, penso no jogo psicológico dos relacionamentos amorosos, como é interessante observar o comportamento humano, o quão fascinante são os mecanismos dos quais as pessoas lançam mão. As mulheres e sua atração inexplicável. Intrigantes, misteriosas e de forma alguma domesticáveis. Essas adoráveis criaturas selvagens. Que vêm e vão, e o enorme prazer de tê-las nem que por um momento efêmero é o que nos motiva dia após dia.

Continue lendo...

12.11.09

Mental - Psicologia e Psiquiatria no Pensamentos Urbanos

Meus amigos leitores dos Pensamentos Urbanos eu sou um cara super curioso, alias sempre fui e no decorrer da vida alguns temas se tornaram paixões, no inicio a política e como na história humana o ser humano se organizou socialmente e em grupos, e depois de um tempo em como ele age como individuo, foi onde tive meus primeiros contatos com psicologia, o que na puberdade era uma gíria para definir uma conversa indutiva e, ou persuasiva se tornou em como o ser humano pensa e como ele reage aos seus próprios pensamentos, em como ele sente estes pensamentos em como ele sente o mundo.
 Lembro até hoje minha primeira impressão sobre o tão conhecido “Complexo de Édipo”, foi procurar o mito antes de ler o artigo sobre, e quando li a teoria Freudiana pensei na época, claro que existe uma relação psicossexual do homem com a própria mãe, os primeiros seios que ele chupa é os dela. Claro que de forma inconsciente ele guarda certas características da mãe nas mulheres as quais ele desejar chupar os seios. – Nota: O pensamento relatado acima data-se dos meus 16 anos, hoje a lógica ainda é a mesma, mas um pouco mais aprofundado ou sem tantos “tabus” culturais.


E depois de Freud e sua sexualidade "Příboriana" de mil oitocentos e pouco sempre vem uma gama enorme de possibilidades dentro desta linha de estudo, e, eu como bom curioso fui pesquisando um pouco de cada coisa, um livro emprestado aqui, Google como bom mentor e  um tempo de terapia comecei a me apegar pelo tema, e buscar este conhecimento me fez crescer muito como pessoa, auxiliou o processo de autoconhecimento (todos os dias um pouco mais).- apesar de a cada dia que passa, descubro que tem tanto mais para me auto conhecer –  E com o tempo (de lá, pra cá) esta paixão se tornou aliada de outras paixões (relacionadas ao estudo) e também uma tatuagem a letra Grega “Psi” Ψ em um dos braços.
Mas não é sobre este “louco” “pensador” que irei escrever hoje, usei minha paixão para justificar a indicação de hoje, reservei para vocês um Seriado muito interessante que envolve exatamente este campo de estudo, porém, não de forma amadora ou curiosa, mas de uma maneira profissional e interessante, e a série acontece dentro de um hospital e o protagonista é o diretor da ala psiquiátrica, e em seu primeiro capítulo é a chegada deste diretor, e sua chegada já nos mostra como vai ser o desenrolar da série, ao chegar no hospital Jack Gallagher ( o diretor) representado por Chris Vance (Prision Brake) acaba nú em plena recepção da ala onde comandará.
Dêem uma olhadinha no trailer:




Gostou? Saiba este seriado é indicado para qualquer pessoa que assim como eu tem curiosidade em entender um pouco mais o ser humano, que gostaria de entender a “loucura”, a todos que tem parentes ou tem algum tipo de psicopatologia, quem vê bolinhas roxas em todos os lugares, todos os lúcidos que acham a vida simples de se entender, aos que não estão nem aí pra nada, para todos enfim!


Um Grande abraço a todos.
Atila City

Continue lendo...

10.11.09

Muleque Sacana - Cultura Brasileira

Desde criança inspirado também por uma das versões do sitio do pica pau amarelo (Grande Monteiro Lobato) esta em questão de 1977, onde quem representava a Narizinho era Rosana Garcia e a Emilia por Dirce Migliaccio.
(nota: O apelido do narizinho autor deste blog, além de uma conotação ao tamanho do seu nariz, veio de uma brincadeira em relação a personagem Narizinho desta série)


Monteiro Lobato (1882 - 1948)  criou um mundo de fantasias misturando o mais puro lúdico com as crendices populares, misturando mitologia e imaginação onde tudo era possivel seja nas aventuras da boneca Emilia, seja travessuras de Pedrinho e Narizinho,  mas um personagem é ainda mais tocante, ainda mais brasileiro, dentre todos o mais arteiro, sem deixar de ser correto (algumas vezes) um menino negro (afro-decendente) deficiente fisico, fumante e mitico: O sací.

Nas velhas mitologias e contos tradicionais e porque não dizer culturais relata que o sací é um ser que protege a natureza do "Homem Civilizado" (Homem Branco - termo mais usado) que mata os animais e destroe a mata, porém, o sací prega peças nas pessoas (independente de etinia) esconde coisas, faz se perder nas trilhas, cria "ilusões", mas é um personagem querido pela cutura nacional, por muitas vezes representar um pouco do sofrimento aos africanos escravizados (e seus decendentes) no decorrer da História Brasileira.

E venho hoje (atrasado) escrever sobre este personagem para vocês amigos do Pensamentos Urbanos, um pedido da nossa amiga e autora Helena (Top 10.. mas é 1000) que gostaria (e pediu) para ser publicado no dia 31 de outubro, e, infelismente não consegui postar (confesso que nem pesquisar) isso devido ao meu aniversário ser no dia 02 de novembro (finados) que caiu em uma segunda feira, devido a este fato (26 anos não é todo dia) separei o final de semana prolongado para comemorar. Considerando meu estado etílico durante o final de semana eu acredito que tenha pesquisado, mas infelismente sem raciocínio lógico para escrever (poderia sair coisas "não" legais de postar) então hoje cumprindo o pedido da nossa Helena trago-lhes o Sací Urbano.




Em minhas navegações urbanas ao redor e por dentro desta cidade onde vivo, ja me deparei com muitos grafites gosto desta forma de expressão e a alguns anos atrás se não me engano no bairro da Lapa (ao pessoal do Rio: a nossa Lapa não tem bondinho, mas tem trêm e é tão bela quanto) ví um sací em uma parede, lembro que comentei com os meus amigos presentes que tinha gostado da idéia, então anos foram passando e algumas vezes me deparava com um sací pintado na parede, então um tempo atrás ví na tv um rapaz grafitando o sací em uma parede e um escrito enorme:
  Sací Urbano (imagem acima)



Sabe quando da um estalo na mente e você pensa, porque não postar sobre isto no Pensamentos Urbanos? Sim de lá pra cá vim pesquisando também o sací e suas histórias, descobri coisas como porque o sací só tem uma perna? Ao norte do país onde acredita-se que ele perdeu a perna lutando capoeira e que sua origem pode estar na mitologia dos indios do Sul do país.
Cativante este personagem mistura em seus detalhes todas as facetas do Brasil nestes ultimos 500 e poucos anos, ele é um personagem que tem a nossa alma, lógicamente que tal personagem não poderia também deixar as grandes cidades, dizem que ele veio para São Paulo depois que escutou um papagaio que foi libertado pela policia (trafico de animais ainda existe, DENUNCIE) que aqui era uma selva de pedra o que levou o sací mudar de gorro e pito  para cá
Veja esta imagem do Sací Urbano esperando o ônibus (LOTADO):

Repare quando estiver parado no trânsito, uma hora em qualquer parede pode estar o Sací Urbano e se você não respeita as regras de cidadânia e respeito o sací urbano pode mostrar também o lado sacana deste personagem, quem sabe não some aquela pequena pílula azul que escondia com tanto carinho....ou quem sabe aqueles ultimos 10 centavos para pagar o ônibus (LOTADO) da volta pra casa?
Mas como também ele pode acabar pregando peças em você, coisas do tipo, por algum motivo (sem explicação) o farol fica vermelho para você por mais de 5 minutos, as filas de carros ao lado andam mais depressa, um pum misterioso que infesta todo o ônibus (LOTADO), ou coisa parecida...
Mas o sací é um personagem gente boa, gosta das pessoas, mas não aceita injustiças e de certa forma parece ainda mais brasileiro em suas facetas, o sací é tupiniquim, é africano, é muluque e mais que tudo o sací é Brasileiro!
31 de outubro - Dia do Sací


Todas as imagens do Sací Urbano foram retirados do blog: www.eosaciurbano.wordpress.com/

O sací deu uma tremenda festa na qual até as bruxas americanas foram convidadas, a festa foi a fantasia rolou até finados, onde todos em cinzas ainda curtiram (pelo menos) em São Paulo uma tarde quente mas muito agradável.
Não poderia deixar de postar uma musiquinha para vocês:



Um abraço a todos vocês amigos e leitores do Pensamentos Urbanos.

Continue lendo...

9.11.09

!!! perde mais um em um acidente estranho

Na historia do Rock and Roll muitos musicos morreram de forma inusitada ou suas mortes marcaram e se confundiram com a da banda, temos casos como Jim Morison e o The Doors, Fred Mercury e o Queen, sid Vicius e o Sex Pitols, mas dessa vez foi a vez da banda "!!!" (pronuncia-se "chk-chk-chk") que perde o segundo integrante de maneira trágica, o primeiro foi Mikel Gius que morreu atropelado enquanto andava de bicicleta, agora foi Jerry Fuchs que morreu caindo no poço de um elevador, o interessante que Fuchs entrou na banda para subistiruir Gius na bateria.
Agora a banda procura um novo baterista.
 

Alguém aí se prontifica?

Veja um clipe do !!!



Confesso que não é minha praia no Rock and Roll, mas é uma exelente dica pós finados.
Tenham todos uma exlente semana

Continue lendo...

5.11.09

Enfim de volta

Meus amigos leitores do Pensamentos Urbanos, hoje o dia parece ter nascido para esta postagem. Este dia mais que urbano, começa na cidade de São Paulo já com uma paralização de ônibus, porém, não foi os jornais que me alertaram sobre o fato, ao chegar no ponto de ônibus com minha filha no colo, notei que o trânsito (parando quase parado) estava um pouco acima do comum, o tempo também pareceu maior, até que chegou o ônibus tão cheio que dei preferência em levar a minha pequena a pé mesmo, já que não é assim tão longe o local onde ela passa o dia (agradeço de coração minha sogra e meu sogro pelo amor que dedicam a minha filha), no caminho recebi um telefônema do nosso amigo Ciêntista falando sobre a paralização desta classe trabalhista.
Cerca de 1.500 ônibus de 140 linhas que atendem a zona norte da capital paulista estão parados desde 4h desta quinta-feira (5) por conta de uma paralisação promovida pelo Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo (SindMotorista). A estimativa é de que 620 mil pessoas sejam afetadas, principalmente nos bairros de Santana, Tucuruvi, Freguesia do Ó, Vila Guilherme e Vila Maria.
Fonte: Uol Noticias (Clique Aqui)
* Meu querido bairro da Casa Verde também se inclue na noticia

 Chegar ao centro da Zona Norte de São Paulo hoje foi uma luta de gladiador, uma vez que os poucos ônibus que circulavam estavam exessivamente cheios, lembrando epocas onde as pessoas iam penduradas nas portas (passado/presente). Felizmente hoje o calor estava tipicamente convidativo a uma praia, água de côco, pela manha alguns relógios de rua marcavam 29ºC para ajudar aquele pedação da cidade parado pelos carros, lógicamente todos estressados preocupados com a famosa questão:  - Que horas chegarei no trabalho?
Deixei minha filha com meu sogro e o Ciêntista me esperando, uma vez que nós dois trabalhamos no centro e vamos de ônibus nós entramos no mesmo horario, porque não ir junto trocando idéias? Hoje ainda mais, a cidade esta em estado anarquico, então subimos 5 ou 6 pontos andando, para ter mais opções (mais linhas, ou alguma que não estivesse parada) e nisso um blue buzz (ônibus azul) aparece, provavelmente que faz alguma linha da Zona Sul e parecia uma miragem, completamente vazio, um pequeno cartaz escrito em letras garrafais " Sta Crus - Pça do Correio", Dar o sinal foi sem pensar muito, milagrosamente "*Buzão" vazio não podia passar em branco. (Buzão = Gíria paulistana para defini Ônibus).
O engraçado que dava para escolher lugar, tudo estava perfeito até que o motorista NÃO entrou na rua que devia, ou pelo menos nós achamos que ele havia errado o caminho, sabe motorista novo na linha, vai saber, então resolvi ver com o cobrador, que sem graça disse que não estava indo para o Centro, e sim para o Bairro, que decepção, tivemos que descer no outro ponto, seria bom demais conseguir um ônibus vazio pro centro nesta manha caótica. Foi subimos mais um ponto, cortando caminho por uma rua na qual um apressado de carro quase nos atropela.
Chegando no ponto onde já haviam algumas pessoas, não tinha sombra e o sol ardendo na Terra da Garoa,{ e vocês rindo da minha desgraça não é?}. Foi quando a sorte começou a mudar e não foi um vento mais gelado para aliviar o calor, um carro com uma moça dirigirndo parou no ponto e conversou com um grupo de 3 pessoas, um casal e um senhor mais velho, este senhor entrou no carro enquanto o casal agradecia, nisso (após o senhor fechar a porta) o carro de uma pequena Ré, e a moça começou a falar com uma garota loira que estava na sombra do ponto (que era pouquissíma) que também entrou no carro, a motorista perguntou alguém mais vai para o centro? Cabe mais dois... (Surpresos?)


Entramos no carro e pelo caminho a conversa não poderia ter sido mais agradavél, todos pegos de surpresa com a greve tentando chegar em nosso destino o centro da cidade, no caminho a motorista que chama-se Alzira nos contou que costuma pegar ônibus para ir ao trabalho (sim, no centro da cidade é melhor ir de transporte coletivo, sai mais barato) e que devido ao trânsito e não conseguir pegar um ônibus então voltou para casa e pegou o carro  e  resolveu perguntar se alguém queria carona.(Solidariedade existe)
Sabe gente, ainda existem pessoas boas são anjos em forma de gente, se escondem por aí e se mostram sempre nas horas certas, carona solidária é um risco imenso em uma cidade como a nossa, porém, é uma idéia exelente para o problema do trânsito, querendo ou não alí o anjo chamado Alzira ganhou com sua atitude pelo menos 4 amigos novos e pode ser que nunca mais nos encontremos, porém, essa é outra história.
O que mais me facinou em sí, é que tais atitudes faltam um pouco no mundo hoje, ou acontecem tão por acaso no meio da correria do dia-a-dia que nem damos conta, hoje a nossa mais nova amiga Alzira teve uma atitude exemplar, mostrou que se ajudarmos uns aos outros a vida se torna melhor, mesmo que sejam pequenos grandes atos, como em um dia tenso como hoje oferecer um simples sorriso, uma simples carona que despretenciosamente fez com que 5 pessoas hoje tenham um dia melhor.
Agradeço publicamente a ajuda oferecida por esta mulher, cidadã e um anjo vestido de gente Alzira, graças a ti hoje terei um dia melhor.
Meus amigos, obrigado por ler mais este texto, por que os lendo também farão meu dia melhor, espero que com ele  e esta mensagem de cidadânia o seu dia também seja muito melhor.

Obs:
Oficina dos Sonhos





Referente a postagem do dia 03/11 ficou faltando o endereço da Oficina dos Sonhos, e aqui esta:
Rua Monsenhor de andrade 746 Brás
Casa Restaura-me
Quintas e Sextas Feiras -
Branca de exposição na Feira da Praça do Correio
Entre a estação de metrô São Bento e o terminal de ônibus Correio


Leia a matéria sobre este projeto (Clique Aqui)
Atila City

Continue lendo...

3.11.09

Oficina dos Sonhos

Rua - Sonhar é possivel!


Hoje orgulhosamente irei tocar em uma ferida aberta em nossa sociedade, como ja debatido antes aqui no Pensamentos Urbanos, Situação de moradia de rua.
Todos nós temos conceitos e preconceitos quando o assunto é moradores de rua, todos nós temos conciência da existencia do problema, mas na maioria das vezes fingimos que ele não existe, porém, hoje não falarei o lado negativo deste problema, não falarei das milhares de pessoas que todos os dias minguam a beira dessa nossa espansiva e exclusiva (no sentido de exclusão) sociedade, não falarei de ações pequenas que escondem rios de lavagem de dinheiro, muito menos falarei das promessas de solução pelo canditado X ou Y das eleições passadas.

Hoje irei contar uma novidade para todos vocês, falarei de uma iniciativa que me fascinou ao conheçer de perto, estou falando da Oficina dos Sonhos, uma iniciativa que visa reintegrar o cidadão sem residência em nossa sociedade, com atividades voltadas ao artesanato e resocialização vem transformando a vida dos que deste guerreiros que fazem parte deste grupo.
Expondo as quintas e sextas em uma singela barraca no vale do Anguangabaú, bem pertinho da estação São Bento do Metro encontramos em atos os sonhos de muitos moradores de rua, a oportunidade de se tornar util, ativo e novamente psicologicamente integrante ativo de nossa sociedade. A barraca encontrada entre o terminal de ônibus Praça do Correio e o mêtro São Bento é a primeira de muitas que virão, é um primeiro passo para estas pessoas, eu estive na barraca e conversei com o Rogério "Tartaruga" que me contou um pouco das transformações em sua vida após os projetos, sobre a vivência nas ruas e as dificuldades em conseguir vagas em albergues.
Dentre esta conversa triste e cheia de esperanças de um futuro melhor, surgiu a idéia de trazer a vocês amigos leitores do Pensamentos Urbanos a chançe de conheçer um pouquinho mais, as fotos que ilustram este post é da loja da oficina, mas trarei fotos da barraca ainda essa semana (prometo as fotos e uma entrevista com o Rogério, para todos nós conheçermos melhor esta figura).
A arte de sonhar é possivel a todos, não seria justo não deixar com que pessoas que não tem suas casas sejam privadas até disso, e sonhar é possivel! - Contou entusiasmado o rogério quando pedi para definir as idéias do projeto que ja tem 3 meses de vida e vem conquistando aos poucos os teus objetivos, trazer de volta os sonhos de uma vida digna e quem sabe até um lugar para morar, fazendo com que o dinheiro arrecadadoo com a venda dos artesanatos se torne o veiculo para isso.


Ao conheçer este projeto e seus sonhos e ideáis abraçei com corpo e alma, e, me auto-convidei para cobrir as novidades da Oficina, auxiliando na divulgação, seja pelo Pensamentos Urbanos, seja por outros blogs e redes sociais que faço parte (não passarei o link, mas quem quiser tenho Orkut, Facebook, Netlog,Twitter, se quiser add, deixa nos comentários) e com isso ajudar de alguma forma o projeto e convido a todos interessados, seja para comprar algum dos objetos produzidos por tantos talentos (ainda) anônimos ou para ajudar a divulgar a oficina e tenho sonho tão bonito.
Fica então o convite a todos que estiverem perambulando pelas quintas e sextas feiras para conheçer o nosso amigo Tartaruga (Rogério) e a Oficina dos Sonhos trazendo de esperanças e sonhos para aqueles que mais precisam.


Nas Ruas o maior inimigo é a falta de sonhos e esperanças,  este inimigo para conseguir acabar com isso, seduz com drogas, bebidas e ilusões, nós por outro lado nos deixamos envolver até que todos os sonhos acabem e a esperança se torne apenas fome.




Atila City

Continue lendo...

1.11.09

Escutatória: Veja, Leia, Escute... Reflita


"Sempre vejo anunciados cursos de oratória. Nunca vi anunciado curso de escutatória.
.
Todo mundo quer aprender a falar. Ninguém quer aprender a ouvir.
.
Pensei em oferecer um curso de escutatória. Mas acho que ninguém vai se matricular.

Escutar é complicado e sutil.
.
Diz o Alberto Caeiro que “não é bastante não ser cego para ver as árvores e as flores. É preciso também não ter filosofia nenhuma”. Filosofia é um monte de idéias, dentro da cabeça, sobre como são as coisas. Aí a gente que não é cego abre os olhos. Diante de nós, fora da cabeça, nos campos e matas, estão as árvores e as flores. Ver é colocar dentro da cabeça aquilo que existe fora. O cego não vê porque as janelas dele estão fechadas. O que está fora não consegue entrar. A gente não é cego. As árvores e as flores entram. Mas – coitadinhas delas – entram e caem num mar de idéias. São misturadas nas palavras da filosofia que mora em nós. Perdem a sua simplicidade de existir. Ficam outras coisas. Então, o que vemos não são as árvores e as flores. Para se ver é preciso que a cabeça esteja vazia.
.
Parafraseio o Alberto Caeiro: “Não é bastante ter ouvidos para se ouvir o que é dito. É preciso também que haja silêncio dentro da alma”. Daí a dificuldade: a gente não agüenta ouvir o que o outro diz sem logo dar um palpite melhor, sem misturar o que ele diz com aquilo que a gente tem a dizer. Como se aquilo que ele diz não fosse digno de descansada consideração e precisasse ser complementado por aquilo que a gente tem a dizer, que é muito melhor. No fundo somos todos iguais às duas mulheres do ônibus. Certo estava Lichtenberg – citado por Murilo Mendes: “Há quem não ouça até que lhe cortem as orelhas”. Nossa incapacidade de ouvir é a manifestação mais constante e sutil da nossa arrogância e vaidade: no fundo, somos os mais bonitos…
.
Tenho um velho amigo, Jovelino, que se mudou para os Estados Unidos, estimulado pela revolução de 64. Pastor protestante (não “evangélico”), foi trabalhar num programa educacional da Igreja Presbiteriana USA, voltado para minorias. Contou-me de sua experiência com os índios. As reuniões são estranhas. Reunidos os participantes, ninguém fala. Há um longo, longo silêncio. (Os pianistas, antes de iniciar o concerto, diante do piano, ficam assentados em silêncio, como se estivessem orando. Não rezando. Reza é falatório para não ouvir. Orando. Abrindo vazios de silêncio. Expulsando todas as idéias estranhas. Também para se tocar piano é preciso não ter filosofia nenhuma). Todos em silêncio, à espera do pensamento essencial. Aí, de repente, alguém fala. Curto. Todos ouvem. Terminada a fala, novo silêncio. Falar logo em seguida seria um grande desrespeito. Pois o outro falou os seus pensamentos, pensamentos que julgava essenciais. Sendo dele, os pensamentos não são meus. São-me estranhos. Comida que é preciso digerir. Digerir leva tempo. É preciso tempo para entender o que o outro falou. Se falo logo a seguir são duas as possibilidades. Primeira: “Fiquei em silêncio só por delicadeza. Na verdade, não ouvi o que você falou. Enquanto você falava eu pensava nas coisas que eu iria falar quando você terminasse sua (tola) fala. Falo como se você não tivesse falado”. Segunda: “Ouvi o que você falou. Mas isso que você falou como novidade eu já pensei há muito tempo. É coisa velha para mim. Tanto que nem preciso pensar sobre o que você falou”. Em ambos os casos estou chamando o outro de tolo. O que é pior que uma bofetada. O longo silêncio quer dizer: “Estou ponderando cuidadosamente tudo aquilo que você falou”. E assim vai a reunião.
.
Há grupos religiosos cuja liturgia consiste de silêncio. Faz alguns anos passei uma semana num mosteiro na Suíça, Grand Champs. Eu e algumas outras pessoas ali estávamos para, juntos, escrever um livro. Era uma antiga fazenda. Velhas construções, não me esqueço da água no chafariz onde as pombas vinham beber. Havia uma disciplina de silêncio, não total, mas de uma fala mínima. O que me deu enorme prazer às refeições. Não tinha a obrigação de manter uma conversa com meus vizinhos de mesa. Podia comer pensando na comida. Também para comer é preciso não ter filosofia. Não ter obrigação de falar é uma felicidade. Mas logo fui informado de que parte da disciplina do mosteiro era participar da liturgia três vezes por dia: às 7 da manhã, ao meio-dia e às 6 da tarde. Estremeci de medo. Mas obedeci. O lugar sagrado era um velho celeiro, todo de madeira, teto muito alto. Escuro. Haviam aberto buracos na madeira, ali colocando vidros de várias cores. Era uma atmosfera de luz mortiça, iluminado por algumas velas sobre o altar, uma mesa simples com um ícone oriental de Cristo. Uns poucos bancos arranjados em U definiam um amplo espaço vazio, no centro, onde quem quisesse podia se assentar numa almofada, sobre um tapete. Cheguei alguns minutos antes da hora marcada. Era um grande silêncio. Muito frio, nuvens escuras cobriam o céu e corriam, levadas por um vento impetuoso que descia dos Alpes. A força do vento era tanta que o velho celeiro torcia e rangia, como se fosse um navio de madeira num mar agitado. O vento batia nas macieiras nuas do pomar e o barulho era como o de ondas que se quebram. Estranhei. Os suíços são sempre pontuais. A liturgia não começava. E ninguém tomava providências. Todos continuavam do mesmo jeito, sem nada fazer. Ninguém que se levantasse para dizer: Meus irmãos, vamos cantar o hino… Cinco minutos, dez, quinze. Só depois de vinte minutos é que eu, estúpido, percebi que tudo já se iniciara vinte minutos antes. As pessoas estavam lá para se alimentar de silêncio. E eu comecei a me alimentar de silêncio também. Não basta o silêncio de fora. É preciso silêncio dentro. Ausência de pensamentos. E aí, quando se faz o silêncio dentro, a gente começa a ouvir coisas que não ouvia. Eu comecei a ouvir.
.
Fernando Pessoa conhecia a experiência, e se referia a algo que se ouve nos interstícios das palavras, no lugar onde não há palavras.
.
E música, melodia que não havia e que quando ouvida nos faz chorar.
.
A música acontece no silêncio.

É preciso que todos os ruídos cessem.
.
No silêncio, abrem-se as portas de um mundo encantado que mora em nós – como no poema de Mallarmé, A catedral submersa, que Debussy musicou.
.
A alma é uma catedral submersa.
.
No fundo do mar – quem faz mergulho sabe – a boca fica fechada.
.
Somos todos olhos e ouvidos.
.
Me veio agora a idéia de que, talvez, essa seja a essência da experiência religiosa – quando ficamos mudos, sem fala.
.
Aí, livres dos ruídos do falatório e dos saberes da filosofia, ouvimos a melodia que não havia, que de tão linda nos faz chorar.
.
Para mim Deus é isto: a beleza que se ouve no silêncio.
.
Daí a importância de saber ouvir os outros: a beleza mora lá também.
.
Comunhão é quando a beleza do outro e a beleza da gente se juntam num contraponto.
.

Rubem Alves"
Texto Publicado no Blog O que é que tem no sótão (http://sotao.wordpress.com/) em 11 de agosto de 2007.



Continue lendo...

De onde vem os Pensadores

Direitos Autorais

Creative Commons License Pensamentos Urbanos esta licenciado por Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License. Todo conteudo pode ser copiado, desde que mencionado a fonte. Obrigado

De onde vem?

http://www.lojadascanecas.com.br/Parceiro.asp?CodParceiro=2108

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO