Translate

Translate to Arabic Translate to Bulgarian Translate to Simplified Chinese Translate to Traditional Chinese Translate to Croatian Translate to Czech Translate to Danish TTranslate to Dutch Translate to English Translate to Finnish Translate to French Translate to German Translate to Greek Translate to Hindi Translate to Italian Translate to Japanese Translate to Korean Translate to Norwegian Translate to Polish Translate to Portuguese Translate to Romanian Translate to Russian Translate to Spanish Translate to Swedish

Cursos on line

16.7.09

Maioridade Penal - 16 ou 18?

Esta semana foi engraçada, estava sem inspiração levemente apagado, tentando de acordar do meu vicio de cigarro, eis que recebo por email (no lixo eletrônico) um recado da produção do "Debate MTV". Nesta hora me veio um flash back gostoso, dos tempos em que assistia os clippes e programas deste canal, que deveras mudou muito ao longo dos anos, lembrei naquele momento do clippe "Frozzen" da madona, ironicamente era o clippe que eu mais assistia enquanto "estudava" a máteria da escola, pensei então se tratar de uma brincadeira, respondi na hora: "O que se trata?" desentendido fiquei com aquilo na cabeça durante todo o feriado prolongado o qual nem MTV me tirou bons momentos em familia, mas porque eu seria convidado para participar do programa?
Na segundona, que terrivelmente sádica começou com o relógio desistindo de despertar (eu odeio segunda feira - Garfield) e me resultou em momentos péssimos no trânsito da capital Paulista, quando foi próximo das 10 da manha fui checar meus emails e lá estava o email da tal produtora da MTV, caramba que coisa doida. Ali falava que acharam um post meu, e como estavam fazendo a grade para o Debate cujo tema seria a Redução da Maioridade Penal, no qual sou favorável e nas linhas abaixo explico melhor o porque.
Logicamente não poderia perder a oportunidade, mesmo que se fosse uma brincadeira de amigos (vai saber né?) queria ver até onde ia - ps: só foi passar quando cheguei na sede da MTV e não estava nenhum amigo rindo da minha cara, sabe aquelas coisas... "-Nossa não acredito que você veio! hahaha...". Então depois de confirmado tudo no final da tarde, eu estaria na grade, seria um dos personagens deste assunto que gera polémica por natureza de ser, tive as diversas sensações de ansiedade possíveis, fiquei inquieto, pensei em fumar muito e até mesmo descontei distraindo a mente com jogos net afora.

No dia seguinte o Twitter dava a confirmação a todos, irei na MTV -mesmo desconfiado, havia o lado da euforia) - postei um breve retoque sobre o Show da Mariana Platero e deixei o recado abaixo sobre o programa. Depois de um pouco de trânsito e ônibus lotado (avenida Rio Branco sofre com a Lei de Murph, quando você sabe que estará aquela "pusta" lentidão a avenida se abre e todos os flanelinhas abrem passagem) cheguei em casa ainda a tempo de encontrar até amigos de infância pelo caminho e contar sobre a louca novidade, o relógio que nestas horas muda sua rotação parecendo as hélices dos helicópteros que voam pela cidade.
Antes de sair vi o Post Maravilhoso que a Maria Souza - Porto Alegre/RS {Blog Maturidade} fez no Dihitt sobre a minha repentina aparição em rede nacional. Bom se eu estava desconfiado que podia ser uma brincadeira nesta hora vi que se fosse o caso eu estaria literalmente ferrado, teria que falar que foi um dos humoristas que tenho amizade ou algo gênero, mas mesmo assim fui ainda com tempo folgado.

Como é gostoso voltar a lugares que lhe tragam boas lembranças, as ruas da Pompéia são charmosas, os morros grotescos se enfeitam com prédios e bares, árvores e senhores levando o seu cachorro para fazer suas necessidades, felizmente sempre com suas sacolinhas higiênicas para recolher as feses do animal. Aquilo me fascina, e no frio que estava fazendo a Alfonso Bovero pareceu até mais tranquila, chegando perto e ainda com 50 minutos para o horário marcado, decidi tomar um café, sentei-me em uma padaria alí perto e fiquei fitando a rua para ver se algum conhecido passa-se, mas não e quando a xícara de café expresso terminou eu dirigi até as portas da emissora, adentrando as suas portas e falei com os seguranças: -Boa noite, eu vim participar do programa Debate MTV, eu sou o Atila... City, isso Atila City!
Tive como resposta um sorriso amigavel e que teria que esperar, afinal 40 minutos adiantado é muito tempo, sentei a frente de um conjuntos de telas fixadas a parede e o Mion e o Mionzinho em sua descarga faziam varias caras e bocas (do local onde me sentei não dava para escutar direito, sem contar que estávamos na recepção e tem um som ambiente.

Logo foram chegando meus companheiros de debate em especial o Deputado Jair Bolsonaro (PP) e a Deputada Manoela D'avila (PCdoB) que estavam em um debate pessoal/ideológico no qual cada um com tua arma (leia-se argumento) feria o outro levemente, achei aquilo politico e ótimo de observar, ainda não sabia a posição de cada um (foi ficando claro com as ideias do Bolsonaro que é BEM radical) o notável Dr. Ricardo Leitão cuja simpatia é contagiante, a nossa amiga Anna Penido (cordenadora da UNICEF) a qual os poucos momentos de convesa que tivemos deu para ver o quão sensível é, merece muita credibilidade pois ensina com o olhar (gosto de gente assim) e o presidente da União da Juventude Socialista, Marcelo Gavião o que tive menos oportunidade de conversar.
E o show vai começar o Debate que me provocou ansiedade estaria saciando minha vontade de defender pontos de vista, ao contrario dos meus amigos participantes, não fui defender um ideal, fui defender um ponto de vista.


Sou Favorável a diminuição da Maioridade Penal!

Acredito muitos nos nossos jovens, acho que aos 16 anos todos podemos decidir os passos que devemos tomar, eu tiro por exemplo a minha experiência de vida, com 16 anos eu morava em casas abandonadas e muitas vezes cometia alguns delitos para conseguir suprir algumas necessidades, como fome, vicio (drogas, cigarros e bebidas), havia uma sensação de impunidade o jovem menor, seja ele um mauricinho ou um favelado tinha e tem até hoje uma ideia que não pega nada, nem sempre todos os garotos que são levados as delegacias são presos, muitos ficam anos tomando "Tapas" até completar 18. Claro, quando falamos em um menor que transcreveu as normas legais e acabou tendo sua liberdade tirada, o que se torna um curto espaço de tempo para uma regeneração, para a recuperação.
Hoje o jovem de 16 anos, esperto que opta por não cometer um crime, que muitas vezes se tornam vitimas de outros jovens, esta cada dia mais antenado com sua cidade e com o mundo, este jovem é capaz de fazer a diferença, pois tomas suas decisões e tem conhecimento de suas consequências. Agora se as consequência de determinados atos se tornem algo permanente como 10/15 anos de regime fechado, acredito que muitos optariam por não cometer tais atos.
Existe a rebeldia e existe o desejo por liberdade , com a redução da maioridade penal daremos a decisão ao jovem de como ele administra a sua liberdade. Na vida adulta sabemos que a nossa liberdade depende de nossas escolhas e todas escolhas tem por consquência as suas consequências.
A liberdade é um dom que aprendemos a administrar dia a dia desde que nascemos, quando crianças a liberdade pode nos levar ao paraíso e a ingenuidade que pode esconder tanta crueldade como cortar uma pipa no céu ou por sal em uma lagarta ai vem a adolecência e começamos a ver um mundo gigante, nos sentimos presos a nós mesmos e nossos próprios conceitos, acertamos algumas vezes, erramos varias outras e a cada escolha que fazemos aprendemos um pouco mais da vida.

Eu sou a favor de reduzir a maioridade penal eu acredito que podemos escolher a nossa liberdade!
Independente de idade todos podemos escolher por nossa liberdade de ir e vir, pensar, refletir e criar e esta na mão de cada um essa escolha, eu confio no jovem esperto que escolhe pela sua própria liberdade em suas escolhas valoriza a vida!

Obrigado a todos
Atila City

4 Comentários:

Shisuii disse...

Pois é, eu já achei as rusgas entre os deputados algo meio que desnecessário.

(Sim, o Bolsonaro é bem radical, me lembra meus tempos de hardline, mas, enfim... o pessoal da UJS também o é)

Eu acredito na diminuição da maioridade penal, sim. Estamos em novas épocas, e se o indivíduo pode votar aos 16, pois tem consciência do que faz, também tem consciência para dirigir, ou para responder a um processo penal.

É claro que tal redução deve vir acompanhada de outras medidas: revisão do código penal, reestruturação do sistema carcerário, mas principalmente medidas sociais.

Reinserção do jovem na sociedade, programas que beneficiem o trabalho como aprendiz, até mesmo antes dos 16. Ensino público integral, de qualidade, pelo menos no fundamental.

Programas culturais REALMENTE efetivos, e não apenas paleativos de uso político, como as viradas culturais.

É importante citar que só a redução damaioridade penal, ou da imputabilidade, não resolve.

Tá na hora dos políticos brincarem de tentar mudar a situação, quem quer, põe o dedo aqui, que já vai fechar...

cucasuperlegal disse...

Eu também sou favorável.
Se um jovem pode decidir o destino de uma nação através do voto, não seria ele também responsável por seus próprios atos de conduta.
Parabéns pelo texto.
Bjux e sucesso!

Daniel disse...

Primeiro, parabéns pela sua participação no programa. Segundo, também sou a favor da maioridade penal, por vários aspectos, entre um deles, é a possibilidade de terminar com mais uma via de pessibilidade do crime organizado, já que menores estão sendo indiciados em lugar dos de maior. Um abraço.

http://contesta-acao.blogspot.com

Atila disse...

Shisuii, meu caro, que nos encontrou graças a MTV obrigado mais uma vez por suas visitas e comentários engrandecedores!
vamos lá ao seu comentário, só tenho duas observações, sendo a primeira: os debates fora do tema entre os deputados me pareceu coisa de criança (menor de 16). Segunda:
"Programas culturais REALMENTE efetivos, e não apenas paleativos de uso político, como as viradas culturais."
Se houver uma integração maior entre a população e os governantes acho que viradas culturais e bacanais politicias se tornaram festas espontâneas que agregariam muito mais valor em nossa cultura.
No geral concordo em tudo!

Xênia a mineira com a cuca super legal e com uma inteligência única e insubstituível! Sabe uma curiosidade sua opinião era a que eu mais esperava e não deixou por menos incrementou em poucas palavras o que este pensador escreve em varias linhas. Obrigado

Daniel meu caro, ainda temos que bater aquele papo, vc tem skype?
enfim, primeiramente obrigado pelo reconheçimento, temos alguns pontos diversos em nossas opiniões e por isso adoro teus textos meu amigo.
No bloco onde mensionei a maconha queria dizer exatamente isso, muitos jovéns vão para "febéns" da vida porque em dois anos estão prontos para uma vida criminosa, vão em lugar dos maiores para aprender a fazer o que fizeram com eles.
Obrigado por sua participação

Postar um comentário

Obrigado por dividir conosco seus Pensamentos

De onde vem os Pensadores

Direitos Autorais

Creative Commons License Pensamentos Urbanos esta licenciado por Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License. Todo conteudo pode ser copiado, desde que mencionado a fonte. Obrigado

De onde vem?

http://www.lojadascanecas.com.br/Parceiro.asp?CodParceiro=2108

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO