Translate

Translate to Arabic Translate to Bulgarian Translate to Simplified Chinese Translate to Traditional Chinese Translate to Croatian Translate to Czech Translate to Danish TTranslate to Dutch Translate to English Translate to Finnish Translate to French Translate to German Translate to Greek Translate to Hindi Translate to Italian Translate to Japanese Translate to Korean Translate to Norwegian Translate to Polish Translate to Portuguese Translate to Romanian Translate to Russian Translate to Spanish Translate to Swedish

Cursos on line

12.3.09

Publico Vs Privado- a jornada da saude

Bom meus caros, vim falar sobre um assunto delicado. Planos de Saúde
Bom eu sempre tive acesso a duas formas de tratamento de saúde a publica e privada, pois eu tinha um convênio que era pago pelo meu avô, porém, nem sempre eu o utilizava e dependendo do que eu tinha ou estava sentindo ia no publico mesmo. Geralmente fazia da seguinte forma, se fosse algo urgente eu ia no publico e se naquele hospital atendesse o convênio eu dava preferência pela agilidade no atendimento, ou quando era alguma consulta com especialistas.
O plano que meu avô pagava era excelente, porém, era muito caro e meu avô a uns dois anos teve que cancelar.
Mas o tempo passou e eu casei, tive uma filha que nasceu no sistema público (não gostei do hospital, mas é assunto para um outro post) e eu como um exemplar pai de família resolvi fazer um plano para minha família. Fiz um plano baratinho, em média 60 reais nada muito exagerado, já que a condição financeira ainda não possibilita um plano mais abrangente.
Não fiz pesquisa nenhuma e parti pelo pré-suposto que o plano de saúde era como o que tive que fazia a cobertura em vários hospitais mesmo públicos.
Fiz então o que a empresa pela qual trabalhava oferecia e dois meses com poucos meses de vida (5 para ser exato) minha fila pegou uma virose, então fui a um hospital credenciado pelo convênio relativamente próximo a minha residência e minha primeira surpresa: Um atendimento rápido e atencioso das recepcionista, porém, o da pediatra foi o contrario, ela até atendeu rápido, mas nem examinou minha filha direito, escutou o coração, pesou e falou é virose!
Bom não suspeitando da faculdade que a pediatra tenha feito, mas foi a primeira vez que vejo um diagnóstico com tão poucos recursos, ela receitou um soro e um remédio para conter a febre se fosse o caso, sobre o soro que ela receitou custou 20 reais e minha filha odiou, tomou um gole e nada mais, ela cuspia, fazia careta enquanto eu e minha esposa empurrávamos goela abaixo o liquido na menina, passado um mês do episódio a pequena novamente adoeceu com os mesmos sintomas, não pensei duas vezes a levei num hospital público e mais uma surpresa: apesar da demora e do atendimento frio das recepcionista o pediatra foi super atencioso com ela, examinou com calma, perguntou sobre a alimentação, verificou as pálpebras, respiração, coração e receitou uma injeção e 2 horas de observação, neste período ela poderia vomitar ou algo do gênero e se fosse o caso para procura-lo imediatamente para uma nova observação, passou as duas horas e minha pequena Ariadne foi melhorando não precisando de uma segunda consulta, ele mencionou que era normal na idade dela pegar virose e que deveríamos dar soro caseiro (duas colheres de açúcar e uma de sal) mas se ela não gosta-se misturar com suco, menos de frutas cítricas que poderiam aumentar a acidez no estômago provocando vómito. Resumindo o cara foi nota 10.
Eu mudei de emprego e mudei de plano de saúde mais uma vez, inclusive o que tenho até agora.
A minha impressão sobre este convênio em especial ainda não esta otimista, porém, ainda o tenho a pouco tempo. Foi marcado apenas duas consultas até agora, um ginecologista e é claro um pediatra, sobre o atendimento no ginecologista a avaliação de minha esposa foi nota 3, já que o médico fez perguntas que a constrangeu e porque pediu um exame e na hora que minha esposa foi entregar no laboratório (que se localizava no mesmo prédio) não havia ninguém para atende-la, graças a isso ela foi reclamar na recepção onde recebeu um atendimento rude resultando em uma reclamação formal por telefone.
A segunda consulta foi na ala da pediatria, e nesta eu que fui levar a pequena, a médica foi muito atenciosa e prestativa, mas reclamou que o plano tem poucos pediatras e que ela só teria 5 minutos para cada paciente, então, não teve tempo de fazer um exame decente na minha filha e minha avaliação ficou em 5,5 (pontos positivos pelo atendimento da pediatra e os negativos pela fila de espera, que foi quase de meia hora).
Bom não acaba por ai, porque nesta odisseia da saúde ainda teria mais um capitulo, na terça feira a noite enquanto eu e minha esposa preparávamos o jantar e arrumávamos a casa, por um segundo de distração a pequena Ariadne acabou queimando a mão no forno, havia um franguinho sendo assado e minha esposa estava lavando a louça enquanto eu estava passando pano na casa, a pequena estava brincando na sala, mas não contente em estar ali, ela decidiu que seria uma boa fiscalizar a mãe e se dirigiu até a cozinha, mas como ela ainda não tem confiança em andar sozinha e dependendo da situação ela se levanta apoiando-se nas coisas (minha casa é pequena e a sala não tem porta até a cozinha) foi aí que a coisa aconteceu, ela se levantou e se apoiou no fogão quente, eu olhei de relance e vi ela com as duas mãos apoiadas no vidro do fogão claro que gritei repetidas vezes: - Tá quente, tá quente!!! - para a minha esposa, ela olhou e rapidamente retirou a pequena da frente do fogão.
Fizemos os primeiros socorros e logicamente naquela noite a pequenina chorou muito. Ontem havia uma bolha imensa na mãozinha dela, e hoje segundo minha mãe (que olha ela para eu e minha esposa podermos trabalhar) a bolha esta maior, me levando a desesperadamente ligar para o convênio e descobrir onde teria um hospital que presta-se um socorro para a pequena nas proximidades de mina residência, eles informarão que o mais próximo seria ou em Guarulhos ou no bairro da Liberdade que são longe de casa. Portanto irei leva-la mais uma vez num pronto socorro publico, esperando que como da ultima vez de surpresas agradavéis, mesmo que demore um pouco mais.
Agora é com vocês, gostaria de saber se já passaram por situações semelhantes ou opostas?



Deixe um comentário e participe da promoção Top Comentarista dos Pensamentos Urbanos e concorra a uma camiseta totalmente grátis!

6 Comentários:

Atila disse...

Cheguei agora 20:30 e o atendimento no posto de saúde foi lento, porém, atencioso e atingiu meu objetivo.
Não foi estourada a bolha que formou na mão da pequena, porque o atendimento dela deverá ser feito em outro posto de saúde. o que da um ponto ao meu critério de 8. Por mais que tenha atendido meu objetivo de comparação, não foi completo!
Obrigado a todos

Francisco Castro disse...

Olá!

Existem dois grandes problemas: A saúde pública é de péssima qualidade e a privada é muito cara e poucos podem pagar.

Entretanto, essa regra não é muito válida. Existem alguns centros em algumas cidades em que a qualidade é muito boa, enquanto existem alguns hospitais, laboratórios ou clínicas privadas que a qualidade é péssima.

Abraços

Francisco Castro

Atila disse...

É exatamente neste ponto que quero chegar. Obrigado Francisco pelo comentário

Joana disse...

Olá Átila

Li com curiosidade o seu post e parece não haver muitas diferenças entre o seu país e o meu!

Quem pode vai às clínicas privadas e é bem atendido. Centros de saúde, a maioria não funciona bem e só atendem até às dez da noite. A partir daí, só o hospital: nas urgências pode esperar a noite toda para ser atendido.

Quanto aos que trabalham com seguros de saúde, são poucos e longe das residências. O atendimento, depende de quem o faz: muitos deixam os segurados para o fim da lista de espera. Por exemplo: para marcar uma consulta de especialidade, através do seguro de saúde, pode ter de esperar um a dois meses. A solução é mesmo pagar!!!

E a tendência aqui em Portugal é mesmo para piorar!

Agora, outro assunto: há tempos mandou-me um selo e fez-me um desafio: falar dos sete pecados na óptica do espiritismo. Só agora tive oportunidade de postar sobre o assunto - dê uma olhada e o diga que pensa.

Um abração
Joana

David William disse...

Amigo, parabéns pela ótima postagem e bom ponto de vista.
Sou enfermeiro e trabalho em um Posto de Saúde da zona norte de São Paulo há 6 anos. Saúde Pública ao menos onde trabalho e onde conheço tem melhorado muito, valendo tanto quanto os convênios de R$60,00 citados por vc. Tenho uma filha de 1 ano e meio e trato ela onde trabalho e no Hospital Candido Fontoura, que é do estado. É claro que existe muita coisa errada ainda, mas os convênios não ficam muito atrás não. Uma dica é ficar por dentro do assunto "Doença e Saúde". Não sejam leigos naquilo que tanto nos interessa, leiam sobre tudo que é relacionado ao que está passando sua família, isso ajuda muito na hora do atendimento. Vlw e até mais!!

Atila City disse...

Joana, o seguro saúde aí em portugal me parece muito com o sistema do sus em postos de saúde aqui, principalmente para a consulta com um especialista, para se ter uma idéia a fila de espera para o atendimento a um pediatra em alguns postos de saúde em São Paulo podem chegar a 3 meses, um exemplo foi o pré-natal de minha esposa, foi feito apenas um ultrassom publico (outros dois pagos) e depois de 6 meses que minha filha nasceu me ligaram marcando o segundo ultrassom (o que definiria o sexo da criança). Deste modo podemos notar uma semelhança, porém, no modo geral o pré-natal do programa Mãe Paulistana (programa da prefeitura) tem dos melhores atendimentos e uma vez com a consulta marcada e o acompanhamento são precisos e rápidos, mas existem falhas e filas.
David primeiro estou na zona norte também, quem sabe uma hora dessas não atende minha filha e possamos trocar figurinhas sobre o tema.
Bom a dica que deixou é valida e 100 % apoiada, saber sobre doença e saúde é fundamental para conheçermos os sintomas e a quem pedir socorro, porém, existe o outro lado, pode levar a auto-medicação e suas consequencias, sabe tomo o remédio X para cefaléia, ai meu visinho esta com dor de cabeça por causa do dente do ciso, eu vou e indico meu remédio.. olha este aqui é ótimo, pode tomar que passa, sabemos da importancia de termos coerência para nos medicar e o mais indicado é procurar ajuda médica!. obrigado pelos comentários

Postar um comentário

Obrigado por dividir conosco seus Pensamentos

De onde vem os Pensadores

Direitos Autorais

Creative Commons License Pensamentos Urbanos esta licenciado por Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License. Todo conteudo pode ser copiado, desde que mencionado a fonte. Obrigado

De onde vem?

http://www.lojadascanecas.com.br/Parceiro.asp?CodParceiro=2108

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO