Translate

Translate to Arabic Translate to Bulgarian Translate to Simplified Chinese Translate to Traditional Chinese Translate to Croatian Translate to Czech Translate to Danish TTranslate to Dutch Translate to English Translate to Finnish Translate to French Translate to German Translate to Greek Translate to Hindi Translate to Italian Translate to Japanese Translate to Korean Translate to Norwegian Translate to Polish Translate to Portuguese Translate to Romanian Translate to Russian Translate to Spanish Translate to Swedish

Cursos on line

4.12.08

Como Raul já me dizia pra eu sair sem me molhar.

E QUEM NÃO TEM COLÍRIO?: " Quem não tem papel dá recado pelo muro,... Quem não tem passado se conforma com o futuro..."

Raul Seixas



Em 26 de outubro às 19h30 tudo parecia calmo na bienal, quando uma horda de pichadores invadem o segundo andar, deixam um rastro de expressões, um muro lindamente vazio branco foi tomado por diversas camadas de tinta spray com letras, símbolos detalhes, algarismos e logotipos, duas pessoas foram presas, uma garota Caroline Piveta da Mota de 23 aninhos e Rafael Vieira Camargo Martins de 26 anos, o rapaz foi solto, pois ninguém conseguiu provar que ele estava pichando, agora a Caroline foi pega em flagrante, e esta presa a 40 dias, alguns artistas declaram que a bienal deve retirar a acusação e libertar a menina.

Segundo o artista José Roberto Aguilar: "Isso é uma hipocrisia absurda. Quem devia ser preso são os organizadores. O andar vazio era um convite à manifestação, à contravenção. O mínimo que a Bienal pode fazer é colocar seu advogado para liberar a moça".

Agora na minha opinião:

Acho que ficar escrevendo em muro alheio não é “mó barato”, mas sei como que é a adrenalina desta ação, sei que por diversos motivos nossa juventude tem a necessidade de se expressar, e acredito que num parâmetro artístico a bienal como outros meios de divulgação de arte devem ser os locais escolhidos, acho que a manifestação destes pichadores foi legitima em um único ponto, ali sim, é uma parede que deveria ser pichada, pois fica como um espelho para a expressão da arte, mas não acho que escrever nomes com letras diferentes (algumas inelegíveis para leigos) seja denominado propriamente arte, porém, a inovação vale-se. E acredito sinceramente que foi a primeira vez que vejo pichação como arte, ali na bienal, em forma de protesto, sim, mas ali não é o prédio onde moro, não é a casa de meus pais, e por isso, neste ponto apoio a manifestação, sim foi arte, muito bom meus caros, dessa vez foi bom, “da hora mano”.

Agora, contanto que eles continuem a busca por arte e não a destruição de fachadas, de muros residenciais, de prédios, sou um manifestante de apoio e inclusive até arisco uns traços, porém, com a consciência que tive com o tempo em com minha pouca história de vida, foi que se quero escrever, venho aqui no meu blog e escrevo, se quero reclamar de algo, eu reclamo, grito, falo e penso, quando quero pintar ou até mesmo pichar eu faço isso na minha casa, do lado de dentro e alguns dias ou meses depois eu vou e pinto de novo, para no quem sabe um dia, se me der vontade eu piche, desenhe escreva.

O que é pichação:

A pichação é uma ação de transgressão para marcar presença, chamar atenção para si por meio da subversão do suporte. Muitas vezes o nome pichado é repetido como uma espécie de carimbo pela cidade.

segundo o site pichação(ponto) com

2 Comentários:

Anônimo disse...

Pichação é um crime contra o patrimônio publico e privado, esta menina deve servir de exemplo para os outros.
cadeia neles!

intelectoariano disse...

mas a chuva é minha amiga e eu nao vou me resfriar

Postar um comentário

Obrigado por dividir conosco seus Pensamentos

De onde vem os Pensadores

Direitos Autorais

Creative Commons License Pensamentos Urbanos esta licenciado por Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License. Todo conteudo pode ser copiado, desde que mencionado a fonte. Obrigado

De onde vem?

http://www.lojadascanecas.com.br/Parceiro.asp?CodParceiro=2108

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO